Notícia

Você sabe ler o rótulo dos alimentos?
img 21 jul/2021

Você sabe ler o rótulo dos alimentos?

 

 

Você lê o rótulo das embalagens dos produtos alimentícios? E se lê, entende? Veja a seguir quais informações importantes para observar nas embalagens:

 

Valor diário (%VD): indica quanto o produto apresenta de nutrientes em relação a uma dieta de 2.000 calorias. Eles são calculados com base em uma dieta média de 2000kcall para adultos, então no caso de criança essa porcentagem tem uma proporção diferente.

Lista de ingredientes: a ordem dos ingredientes é listado em ordem decrescente de quantidade, ou seja, o que está em maior quantidade para o que está menor quantidade no produto. Preste atenção na lista de ingredientes, por exemplo, um pão integral deve começar com farinha de trigo integral e não com farinha de trigo enriquecida com ácido fólico.

Corantes: existem três categorias de corantes permitidas pela legislação para uso em alimentos: os corantes naturais, o corante caramelo e os corantes artificiais. O corante natural é extraído de substância vegetal ou animal (extratos de urucum, carmim de cochonilha, curcumina, antocianinas). O corante caramelo é o produto obtido a partir de açúcares pelo aquecimento em temperatura superior ao seu ponto de fusão. Já o corante artificial ou sintético é a substância obtida por processo de síntese química, sem valor nutritivo.

Conservantes: os conservantes aparecem com o nome por extenso seguidos de um código de numeração, o INS, que conta com todos os aditivos registrados. Mas isso não significa que todos os conservantes presentes têm toxicologia aprovada. Além disso, muitos produtos dizem ser livres de conservantes, mas ao ler a lista de ingredientes vemos “açúcar ou sal” que podem ser usados como uma forma de conservantes.

Aditivos: são todos os demais ingredientes adicionados aos alimentos industrializados e que não têm o propósito de nutrir. Eles servem apenas para conservar ou alterar o sabor ou a textura dessas comidas.

1. Observe a quantidade de ingredientes presentes no produto. Quanto menos itens tiver, mais natural é o alimento.
2. Atente-se! Muitas vezes o açúcar vem camuflado com outros nomes: xarope de malte, glicose, frutose, sacarose, açúcar invertido, melaço/melado, dextrose, maltose e xarope de milho, xarope de malte, glucose de milho.
3. Produtos que tenham em sua lista de ingredientes gordura vegetal hidrogenada, glutamato monossódico, antioxidante, espessante, e uma porção de substâncias químicas passam longe de serem ingredientes naturais.

Ao contrário do que todo mundo pensa, as calorias dos alimentos não são os únicos dados que importam nos rótulos!!