Notícia

Entenda a funcionalidade de cada Entidade de Classe Profissional e veja a quem recorrer
img 30 jul/2020

Entenda a funcionalidade de cada Entidade de Classe Profissional e veja a quem recorrer

Os Conselhos, Sindicatos e Associações, são entidades de classe profissional, ainda que voltados ao mesmo público, apresentam diferenças em seus objetivos e áreas de atuação. No caso dos Nutricionistas de São Paulo, por exemplo, o Conselho Profissional (CRN-3), o Sindicato (Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo) e a Associação mais próxima (APAN) estão voltados a aspectos diferentes do exercício profissional, mas todos exercem um papel fundamental para os inscritos. Já no estado do Mato Grosso do Sul, temos o Sindicato dos Nutricionistas do Mato Grosso do Sul e a ASMAN (Associação Sul Mato Grossense de Nutrição).

 

Apesar de haver dúvida sobre qual seria o papel de cada uma destas organizações, ambas tem atribuições e responsabilidades diferentes. Cabe ao profissional se dirigir à entidade adequada para sanar suas dúvidas e obter orientação. 

 

Para auxiliar os inscritos na compreensão das diferenças entre as organizações, o CRN-3 esclarece as dúvidas mais frequentes dos profissionais e explica as funcionalidades de cada organização.

 

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS: É uma autarquia federal sem fins lucrativos, de interesse público, com poder delegado pela União para normatizar, orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício e as atividades da profissão de nutricionista e Técnicos em Nutrição e Dietética, em todo o território nacional, em defesa da sociedade. É um órgão central do Sistema CFN/CRN.

 

CONSELHOS REGIONAIS DE NUTRICIONISTAS: são instituições do Estado, autarquias federais, criadas e mantidas pela anuidade de seus inscritos, que obrigatoriamente devem se inscrever a fim de obter registro para o exercício da profissão. O dever dos Conselhos é fiscalizar, orientar e disciplinar o exercício das profissões (Nutricionista e Técnicos em Nutrição e Dietética, visando o benefício e a proteção dos interesses da sociedade. 

 

 

SINDICATOS: são organizações que tem como missão lutar pela melhoria das condições de trabalho, da remuneração, das relações entre empregado e empregador e defender a classe profissional fazendo com que os direitos regulamentados pela CLT sejam garantidos. Sua manutenção é feita mediante as contribuições dos membros sindicalizados, ainda que a afiliação ao sindicato da categoria não seja obrigatória para o exercício profissional. As atribuições principais dos sindicatos são: verificar jornada ideal de trabalho, fazer valer o piso salarial, acompanhar a efetivação de acordos anuais etc.

 

ASSOCIAÇÕES: são criadas por iniciativa única e exclusiva dos profissionais, que as fundam e mantêm de acordo com regulamentos e normativas próprias. São instituições independentes do Estado, de natureza política e cultural, dedicadas ao debate das questões decisivas das profissões visando o aprimoramento dos associados. São promovidos e organizados pelas entidades de classe atividades culturais e eventos como congressos, simpósios e colóquios para a disseminação de pesquisas científicas, troca de experiências e aprimoramento profissional.