Notícia

Desvendando o Código de Ética e de Conduta do Nutricionista (CECN) - Edição 2
img 24 mai/2019

Desvendando o Código de Ética e de Conduta do Nutricionista (CECN) - Edição 2

O Código de Ética e de Conduta do Nutricionista (CECN) foi publicado em março de 2018, e para esclarecer algumas dúvidas sobre a interpretação do documento, o CRN-3 traz neste texto uma série de respostas sobre as normas que norteiam a atuação dos profissionais. O conteúdo que será apresentado foi elaborado pela Dra. Fabiana Poltronieri (CRN-3 13008), coordenadora da Comissão de Ética do CRN-3, e pela Dra. Selma de Britto Gonçalves (CRN-3 4375), coordenadora do Setor de Ética.

Veja a seguir exemplos de questionamentos sobre a divulgação do trabalho do Nutricionista nas redes sociais. Algumas estratégias de divulgação podem gerar concorrência desleal ou prejuízos à população. Na sequência, confira os esclarecimentos oficiais do CRN-3 sobre a interpretação do Código de Ética e de Conduta do Nutricionista sobre este tema.

 

Questionamentos: 

1-O nutricionista poderá alegar exclusividade no oferecimento de seus serviços?

2-O nutricionista poderá divulgar a perda de peso de seu paciente para dar visibilidade ao seu serviço?

3-O nutricionista poderá compartilhar em redes sociais agradecimentos que recebe de seus pacientes?

 

Orientações sobre a conduta do profissional:

Quando o nutricionista afirma que somente ele consegue oferecer determinado serviço, está divulgando mensagem enganosa e sensacionalista com objetivo de se autopromover. Isso cria a falsa expectativa que somente ele possui essa técnica, o que não corresponde com a realidade. Por isso, o Código de Ética e de Conduta do Nutricionista (CECN) não permite essa prática.

A divulgação de resultados obtidos pelos pacientes (redução de peso, aumento de massa muscular, resultado da bioimpedância etc) transmite a ideia que o emagrecimento pode ser atingido por todos os pacientes num período de tempo curto e que não haverá casos de insucesso. Dessa forma, fica o entendimento de que o profissional detém uma técnica infalível para a obtenção de resultados positivos.

Essa prática também não é permitida pelo CECN, pois o nutricionista não pode garantir a obtenção de resultados. As variáveis que influenciam a perda de peso são diversas (idade, sexo, atividade física, comorbidades, medicamentos, estado fisiológico, etc) e cada organismo reage de forma diferente à conduta nutricional.

O nutricionista poderá compartilhar agradecimentos recebidos de seus pacientes, desde que não contenham informações que se contraponham ao CECN. Por exemplo:

“Agradeço a Dra. XXX pelo excelente tratamento recebido” 

Agradecimentos que contenham dados sobre emagrecimento, fotos antes e depois ou que passem a ideia de que só aquele profissional pode garantir um determinado resultado não estão em conformidade com o CECN.

 

Para saber mais:

Confira o Artigo 56 do Código de Ética e de Conduta do Nutricionista

 

Veja também outros estudos de caso que orientam a interpretação do CECN:

Regras sobre a relação do profissional com as marcas e empresas

O acompanhamento dos pacientes a distância

Criação de grupos de emagrecimento no Whatsapp e demais mídias digitais

Veja neste link o fôlder sobre a atuação do Nutricionista nas Mídias Digitais