Notícia

CRN-3 e CODAE-SP se reúnem para debater a Alimentação Escolar em São Paulo
img 01 mar/2019

CRN-3 e CODAE-SP se reúnem para debater a Alimentação Escolar em São Paulo

A Vice-Presidente do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região SP-MS, dra. Dolly Meth Simas, a coordenadora da Comissão de Políticas Públicas, dra. Lenita Borba, e a gerente técnica do CRN-3, dra. Lúcia Helena Bertonha, se reuniram com representantes da Coordenadoria de Alimentação Escolar do Município de São Paulo (CODAE-SP) em 19 de fevereiro para falar sobre os projetos do órgão para a alimentação dos estudantes em 2019.

 

Participaram do encontro a nutricionista Dra. Carolina Bastos Mendonça, Responsável Técnica (RT) da Alimentação Escolar Pública em São Paulo, e Josselia Fontoura, coordenadora geral da CODAE-SP, órgão municipal responsável pelo gerenciamento técnico, administrativo e financeiro do Programa de Alimentação Escolar da Cidade de São Paulo (PAE-SP).

Um dos assuntos tratados na reunião foi a iniciativa de diversificar a oferta de proteínas vegetais nas escolas da rede municipal de ensino. A proposta é parte do Cardápio Escolar Sustentável e visa a ampliação da oferta de preparações à base de leguminosas como prato principal das refeições, como grão de bico, feijão preto, ervilha e lentilha, além da diversificação de receitas utilizando a proteína texturizada de soja. 

O projeto Cardápio Escolar Sustentável foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e inclui o desenvolvimento de novas receitas proteicas à base de vegetais. As preparações foram elaboradas especialmente para serem replicadas na alimentação escolar do município e passaram pela supervisão da equipe de Nutricionistas da CODAE-SP, que realizou testes para adequação das receitas à realidade das Unidades Educacionais. As receitas, como o bolinho de feijão preto e outras, estão disponíveis em detalhes neste documento oficial do Município, e serão incluídas progressivamente no cardápio das escolas.

A coordenadora geral da CODAE, Josselia Fontoura, também informou ao CRN-3 que foi publicada uma portaria regulamentando os horários de distribuição das refeições dos estudantes para o ano de 2019. As novas regras foram desenvolvidas para adequar os horários de alimentação à cultura e aos hábitos alimentares da população atendida, mantendo o atendimento às necessidades nutricionais dos alunos.

Acesse aqui a Instrução Normativa SME 22/2018, que dispõe sobre a organização das unidades de educação infantil, de ensino fundamental e médio e dos Centros Educacionais Unificados da Rede Municipal de Ensino para o ano de 2019, e confira o artigo 42, que trata dos horários de distribuição das refeições.