Notícia

A atuação do Nutricionista na Área Clínica – Diferentes abordagens no Consultório
img 02 dez/2019

A atuação do Nutricionista na Área Clínica – Diferentes abordagens no Consultório

Segunda parte – evento do CRN-3 reúne profissionais de referência para troca de experiências

Nutricionistas de todo o estado de São Paulo se reuniram na capital para um evento de aprimoramento técnico voltado para a atuação na área clínica. No encontro, profissionais que são referência na Nutrição apresentaram suas experiências em diferentes abordagens em Consultório e participaram de uma mesa de discussões respondendo perguntas do público. 

A nutricionista Luisa Wolpe Simas, que tem formação complementar em estética, falou sobre o mercado da estética e a nutrição voltada para esta finalidade. Luisa atua em uma clínica em Curitiba (PR), na qual os pacientes só passam por tratamentos estéticos após a consulta nutricional. A nutricionista falou sobre a necessidade de habilitação específica para a realização de procedimentos estéticos, e deu exemplos de estudos científicos que correlacionam a estética à nutrição. “Sempre priorizem a alimentação”, conclui Luisa, que ressaltou que os procedimentos estéticos sem acompanhamento nutricional podem não apresentar bons resultados a longo prazo. 

Na sequência, Sonia Tucunduva Philippi abordou as fundamentações científicas e teóricas da Nutrição Comportamental, que é uma de suas áreas de estudo há mais de 20 anos. Sonia orientou uma série de pesquisas e artigos sobre o tema, que incluem a formação de uma rede de profissionais que produziram teses de mestrado e doutorado sobre a ferramenta. “A Nutrição Comportamental e a Dietética convivem em interface e harmonicamente. O Nutricionista deve fazer o planejamento dietético com alimentos de todos os grupos [...], respeitando as diferenças individuais, hábitos e culturas alimentares, fatores emocionais, sociais e ambientais, de forma a possibilitar melhores escolhas alimentares [...], e prazer em comer”, conclui Sonia.

A nutricionista Adriana Fanaro, que atua em consultório há 15 anos, afirmou que “a prescrição dietética é importante e é atividade privativa do nutricionista. Se a gente deixar de ocupar o nosso lugar, outra pessoa vai ocupar”. Adriana abordou os desafios ao lidar com os pacientes na consulta, e reforçou a importância de entender o comportamento das pessoas. Adriana tem forte atuação nas redes sociais, mas destacou que a atenção presencial aos clientes é fundamental. “Eu tenho cerca de 70 pacientes que vem no meu consultório todos os meses, e este também é o meu palco.” 

Outra nutricionista com vasta experiência em consultório que participou do encontro foi Tânia Rodrigues. Ela também é referência em Nutrição Esportiva de alto rendimento, e trouxe reflexões sobre o uso de suplementos e a prática de exercícios físicos com foco em resultados estéticos: “Suplementos não substituem a alimentação saudável e equilibrada”. Tânia apresentou dados sobre o crescimento do mercado de suplementos, e citou os artigos 59 e 60 do Código de Ética e de Conduta do Nutricionista. “Mostrar os suplementos recebidos nas redes sociais não é avaliação nem prescrição. É preciso conhecer a origem e procedência dos produtos, para prescrever com responsabilidade.”